Devil’s doll

3 jun

É assim que eu chamo a boneca mais fofinha que eu já vi, mas é porque ela tem me dado muito trabalho.
As blythes.
Mais especificamente as blythes que o meu professor de laboratório de criação tem.
Elas foram criadas no início da década de 70, no Japão, mas por assutarem as crianças, sua produção não durou nem um ano.
Anos mais tarde uma jornalista iniciou a moda de tirar fotos das bonecas em cenários produzidos especialmente para isso.
Então, em 1999 as blythes voltatram a ser produzidas, com pequenas modificações.

Desde então elas vem sendo tratadas como verdadeiras princesinhas e seus colecionadores mantém blog, flickers, comunidades sobre elas.
Dá pra passar horas admirando o trabalho deles, porque tem todo um cuidado por trás das fotos, o que eu mais gosto são as Pin up Blythes, que são as Blythes caracterizadas de pin-up derrr

No curso de modelagem do vestuário, nós usamos a Blythe por ela ter uma proporção de 1/6 do corpo humano, essa é a proporção que se usa nos desenhos técnicos.

Eu tive que criar uma roupinha que fosse todo de uma cor, só variando os tons e depois bordar uma frase da Clarice Lispector na peça. Meu professor odiou a minha roupinha, que deu muito trabalho pra fazer porque eu não tinha o corpinho, pra ver se servia! Fiz a mesma calça uma três vezes! Enfim, seguem as fotos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: